A CADA UM

Deus criou a floresta.

O Homem fez a queimada.

Deus estabeleceu o rio.

O Homem despejou no rio as substâncias tóxicas que lhe poluem as águas.

Deus organizou a comunidade dos animais.

O Homem levantou o matadouro.

Deus ergueu as árvores que protegessem a vida.

O Homem derrubou-as para intensificar o fogo.

Deus suscitou a inteligência humana a extrair o ferro dos metais do solo.

O Homem aproveitou o ferro para o fabrico das armas para matar.

Deus construiu o lar.

O Homem formou o prostíbulo.

Deus auxiliou as aves a fazerem o próprio ninho.

O Homem inventou a pedrada.

Deus inspirou a ciência para a fabricação dos medicamentos que aliviassem as criaturas doentes.

O Homem elaborou os tóxicos portadores da enfermidade e do desequilíbrio, da inércia e da morte.

Em vista disso é que a sabedoria das Escrituras resumiu as revelações da fé com esta simples frase:

A CADA UM POR SUAS OBRAS.

Emmanuel

(Página recebida pelo médium Francisco Cândido Xavier, em reunião do Grupo Espírita da Prece, na noite de 11 de julho de 88, em Uberaba-MG)